Português

Otro sitio más de La Casa Incierta

FICHA ARTÍSTICA
Inspirado na obra de Clarice Lispector
Direção: Marcelo Díaz
Dramaturgia: Daniela Smith
Tradução: Clarice Cardell
Cenografia, figurino e adereços: Val Barreto
Trilha sonora: David Tavares
Iluminação: Carlos Laredo
Direção de produção: Clarice Cardell
Intérpretes: Clarice Cardell, Cristina Peregrina, Blanca Sanz, Rafeek Abertoni
Violoncelista/Percussionista: Isabel Hauser
Produção: La Casa Incierta.

SINOPSE

Você só sabe chover é a historia de uma inocência pisada ou de uma miséria anônima. É uma gravura litográfica-tragicômica de uma inocência atropelada pela vida da cidade. O peça narra a historia de uma garota procedente de uma pequena cidade latino-americana, e que migra para Barcelona, um lugar que lhe é desconhecido. A garota, Januaria, chega a uma cidade toda feita contra ela. Para escapar do vazio aterrador que a oprime na grande urbe, Januaria pacta sem querer com os pequenos prazeres da vida. Ninguém lhe deve nada e ela não deve nada a ninguém. Ela só sabe chover. Ela é como uma dessas pedras que rebotam na superfície da vida, que parecem se salvar do absurdo existencial batendo-se aqui e lá por acaso. Não se sabe como passará ao seguinte encontro. Passa pelas situações mais miseráveis e pelas mais divinas… quase sem se dar conta. Januaria nem é consciente de quando poderá chegar a ser feliz. Assim, a narradora da obra, Jezabel, uma espécie de alter-ego de Clarice Lispector, se vê na obrigação de gritar por ela, de protestar por ela ante as injustiças que se interpõem a Januaria. A peça celebra a consagração do instante e è ao mesmo tempo uma profunda reflexão sobre o que chamamos destino. 

Click aqui para download de fotos

      

      

Click em imagem para slideshow

Produção:

Logo_LCI_blanco

Colaboração:

LOGO COMUNIDAD

Back to the creation